Alguns anos atrás, seria impossível ser um jogador de esports profissional, mas hoje, é uma realidade palpável e que pode trazer tanto dinheiro e reconhecimento quanto esportes tradicionais.

Porém, se você acha que ser bom em League of Legends é o bastante para você se tornar um bom profissional, é ai que você se engana.

O Esports podem dar dinheiro?

 Segundo a Newzoo, o setor pôde gerar cerca US$ 1,1 bi em 2019. Um aumento de 26,7% em relação ao ano anterior.

Parte dessa receita gerada é destinada aos jogadores profissionais. Os atletas compõem seus recebimentos com premiações, algumas milionárias como o Major de CS:GO, receita de streaming na Twitch, salários de suas organizações e ações mídia para marcas.

Confira a premiação já acumulada pelos melhores jogadores profissionais brasileiros de CS:GO quando analisado somentes as premiações:

– Gabriel “FalleN” Toledo: US$ 740 mil em prêmios conquistados jogando Counter-Strike.

– Fernando “fer” Alvarenga: Já ganhou US$ 738 mil em premiações com Counter-Strike.

– Marcelo “coldzera” David: Já ganhou US$ 729 mil em prêmios e foi eleito pelo segundo ano consecutivo o melhor jogador de “CS:GO” do mundo.

Dicas para jogar profissionalmente

Muito além de jogar todos os dias e conhecer alguns macetes, ser profissional exige ainda alguns pontos adicionais que podem ser a diferença entre um amador e um profissional. Abaixo mostramos dicas e segredos para que você comece bem nesse mundo dos esports.

Escolha um jogo

O melhor caminho mais curto é escolher um jogo que você já gosta de jogar e assistir . Assim você não apenas já entenderá as regras, como se divertirá mais do que em um jogo que nunca teve contato. Se preferir o caminho mais longo, deve ter paciência e se dar tempo necessário para aprender e atingir o nível dos profissionais.

Alguns dos games populares em competições de Esports ao redor do mundo são League of Legends, Dota 2, Counter-Strike: Global Offensive, Rainbow 6, Street Fighter V, Fortnite, Hearthstone, Overwatch, Starcraft 2 e FIFA.

Muito treino e estudo

Da mesma forma que ganhar uma partida de futebol não te faz ser chamado para ser jogador do Real Madrid, jogar profissionalmente nos Esports, vai te exigir dedicação, treino e estudo tanto quanto qualquer outro esporte tradicional.

Para te ajudar a chegar lá, proponha metas para si mesmo, ousadas porém alcançáveis. Não adianta você começar a jogar LOL e já querer ganhar o CBLOL na semana seguinte. Inclua na sua rotina um tempo para treinos individuais para melhorar seus fundamentos, movimentações e reflexos, é essencial.

Seja realista, treine muito, estude o jogo, as estratégias e a mecânica. Isso pode ser um pouco cansativo no começo, mas não existe profissional que não estude para ser bem sucedido.

Ter os equipamentos certos é necessário?

Para começar, talvez o seu não renda como espera, mas não desista e se planeje para conforme for evoluindo no jogo, você possa garantir a evolução dos seus equipamentos para apoiar o crescimento no seu desempenho.

Aproveite oportunidades para competir

Entre no cenário competitivo assim que perceber que está indo bem em relação aos amadores. E não tenha medo de perder!

Final de semana aconteceu o campeonato do Neverest Experience que impactou mais de 130 atletas amadores, 20 streamers, +1.000 fãs em 150h de transmissões na TwitchA grande campeã foi a equipe da Dhaulagiri Gaming. Projeto também contou com todo apoio da GamersClub.

Após esta etapa concluída, o projeto passa para a seleção dos 15 atletas (5 homens, 5 mulheres e 5 universitários) que receberão toda estrutura da Neverest para se tornar um profissional de CS:GO durante 3 meses.

Os Esports está repleto de oportunidades para você que quer iniciar sua jornada como jogador profissional. Lembre-se sempre de tratar isso como uma profissão e não economize esforços para estar sempre aprendendo e se aprimorando.

Deixe seu comentário

Newsletter